Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Porque Sim!

Porque Sim!

Ida ao veterinário - um drama em 3 atos

F263E4ED-CCAF-4249-8FB1-FF979E8C0A44.jpeg

 

Estes são os meus amores caninos.

 

A creme é a Boneca (tem 6 anos, foi adoptada em bebé) e o preto já grisalho é o Rex (tem 12 anos, foi adoptado com 8).

O Rex é um cãozinho muito meigo e é o menino do dono , já para a Boneca, eu sou a mamã dela  (sou um território bem marcado).

 

As nossas idas ao veterinário davam para fazer uma peça dramática em 3 atos.

 

Quando saímos de casa, passeamos com eles um bocadinho e só depois nos dirigimos ao carro.

Aqui começa o Drama – ato 1

A Boneca faz o caminho um pouco irrequieta, mas o Rex, aí o Rex, vai o caminho todo a chorar e a tentar passar para a frente do carro (mesmo com o cinto de segurança). O meu marido vai a conduzir e eu tenho de por o braço de forma a ele não conseguir passar, 15 minutos disto, fico toda dorida.

Chegamos finalmente ao veterinário, saem do carro, contentes, damos mais uma voltinha por ali até entrarmos no hospital.

 

Quando entramos, Drama – ato 2

Sento-me com a Boneca ao meu lado, que apesar de desconfortável, com festinhas até fica controlada. Mas o Rex, não. Com todos aqueles cheiros tenta marcar território em todo o lado, rosna a todos os cães que aparecem e como está nervoso, deixa um rasto de pêlo por onde passa. Mas o pior é se dá uma Bufa, até penso que o cão é podre por dentro, o cheiro pestilento apoderasse da sala de espera e os sorrisos dos outros donos, começam a ficar um bocado amarelos.

 

Somos chamados para a consulta e começa o Drama - ato 3

A Boneca desconfiada, tem de ver tudo o que se passa e a consulta corre lindamente, desde que esteja a ser mimada, claro.

O Rex, aí o Rex, é outro stress. Quando se tenta ver a temperatura, sentasse, rosca aos outros cães que vê de fora do gabinete e chora quando leva as vacinas, quando acaba a consulta, já ele está virado para a porta pronto a sair.

 

Depois disto tudo, voltamos para casa, ficam ambos calminhos e bem dispostos e nós descabelados a pensar que no próximo mês temos de passar de novo por este processo .

 

 

 

17 comentários

Comentar post