Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Sim!

Porque Sim!

Farol Música | "Namorados da Cidade" já disponível em formato digital

Fevereiro 21, 2018

cidade.PNG

 

 

NAMORADOS DA CIDADE é um projecto de originais que nasceu de uma banda de covers, onde começaram por ser recriadas versões rock de temas portugueses das décadas de 60, 70 e 80. Foi no palco do Templários Bar que começaram a surgir as primeiras apresentações de novos temas, com riffs de guitarra e sons de teclados arrojados e coros bem presentes, que passaram a caracterizar a sonoridade da banda.

 

O primeiro álbum dos NAMORADOS DA CIDADE conta com produção e direção musical de João Soares, e é composto por 13 temas dos quais 3 são novas versões rock de canções vencedoras de

Festivais da Canção: “Silêncio e Tanta Gente” , “Festa da Vida” e “Desfolhada Portuguesa”. Os restantes temas são maioritariamente da autoria de João Soares e Miguel Cruz. A atriz Maria João Abreu assina dois dos temas e interpreta em dueto o tema “Caminho”.  O álbum “NAMORADOS DA CIDADE” tem ainda a participação de João Oliveira no tema “Rua do Tempo” e de Simone de Oliveira na recriação do tema “Desfolhada Portuguesa”.

 

NAMORADOS DA CIDADE são: Miguel Cruz (voz), João Soares (Guitarra e Vozes), Diogo Marques (Teclas), Manuel Rosa (Baixo e Vozes) e Jon Jon (Bateria e Vozes).

 

“Lá Fora” é o single de apresentação.

https://www.youtube.com/watch?v=I00v8nIxoO4&feature=youtu.be

By Farol

 

Boas músicas!

Teresa S.

Falando de Música Portuguesa - João Pedreira "Encontros"

Maio 30, 2017

J. PEREIRA.PNG

 

João Pedreira apresenta o segundo trabalho discográfico, o EP “Encontros” em formato digital.

Autor e compositor dos 4 temas, acompanha-se à guitarra.

 

João Pedreira assume “cantar mensagens simples e quotidianas, histórias de amor, encontros e desencontros… Os arranjos são todos baseados numa guitarra simples mas com construções harmónicas maduras”.

 

“Poderes Ficar” é o primeiro single!

By Farol

 

Abaixo o link para ouvir o áudio preview

https://www.youtube.com/watch?v=Fd4NJbTXlM4&feature=youtu.be

 

Boa música!

Teresa S.

Livro: Helena de Machado de Assis

Maio 18, 2017

LIVROCapture.PNG

 

Publicado em 1876, Helena é caracterizado como um romance urbano de Machado de Assis, por fazer críticas aos costumes sociais do século XIX.

 

O romance acontece por volta de 1850, numa sociedade extremamente religiosa e moldada pelos preceitos católicos. Neste livro Machado de Assis faz uma crítica à sociedade de aparências.

 

O livro tem um enredo fechado, onde começa com o assunto morte, a morte do Conselheiro, e termina com o mesmo assunto, a morte de Helena.

 

Outras características presentes nos textos são a melancolia, a ironia. A protagonista Helena é caracterizada pelos traços fortes das personagens femininas.

 

Uma linguagem muito culta que depois de ler tantos Best sellers internacionais, estranhei a escrita.

 

Resumo:

A história começa com a morte do Conselheiro. No seu testamento, descreve a jovem Helena como sua filha e herdeira de toda a sua fortuna, desejando que ela assuma o seu lugar em casa. Todos acreditam nas últimas palavras deixadas pelo Conselheiro, mas Helena sabia que a verdade não era essa, mas o desejo de ascender socialmente, a faz aceitar a situação. Dª Úrsula, irmã do Conselheiro, e o filho legitimo deste, Estácio, encantam-se com Helena.

Helena começa a assumir o seu lugar na casa, sendo uma dona de casa com pulso firme, dirigindo a propriedade melhor do que Dª Úrsula fazia antes do Conselheiro falecer. Ela consegue impressionar não só a “sua família”, como também as pessoas da cidade, pois além de ser uma mulher equilibrada, também ostentava uma beleza invejável.

Com o passar do tempo, Estácio, seu suposto meio-irmão e Helena apaixonam-se. Por um lado, Estácio, martiriza-se por estar apaixonado pela sua meia-irmã. Do outro, Helena, que sabia toda a verdade, mas não podia contar com medo de perder tudo o que havia conquistado.

Um certo dia, ao ver Helena indo visitar a chácara que a família possuía (a qual ela fazia visitas periódicas), Estácio decide segui-la, e descobre Salvador o pai de sangue de Helena.

Descoberta a verdade Helena entrega-se ao desgosto e após uma chuva forte, fica muito doente, à beira da morte. Estácio, totalmente apaixonado por ela, resolve ir cuidar da sua amada e lhe faz uma declaração. Momentos depois, ela morre…

E foi esta parte que menos gostei, pois é assim, ela morre porque sofria de desgosto e apanha uma molha e morre, assim…fácil…

 

Boas leituras!

Teresa S.

Mais sobre mim

foto do autor

Em destaque no SAPO Blogs
pub