Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Porque Sim!

Porque Sim!

Livro: " O Rosto Nu" de Sidney Sheldon

Agosto 10, 2017

livro (4).PNG

 

Judd Stevens é um psicanalista que enfrenta o caso mais difícil de toda a sua carreira. Duas pessoas das suas relações já foram assassinadas. Será o assassino algum dos seus doentes? Um neurótico? Um louco? Judd sofre várias tentativas de homicídio, a polícia acha que ele está paranoico e não lhe dá cobertura e Judd antes que o assassino possa atacar de novo terá de lhe arrancar a máscara de inocência, expor-lhe as emoções, medos e desejos e revelar O Rosto Nu.

 

Apesar de ter lido este livro num ápice, como já disse anteriormente Sidney Sheldon prende-me à leitura no primeiro parágrafo, para mim até agora, foi o livro de S.S que menos gostei …deve ter sido por ser o primeiro livro que editou (editado em 1970) :)

 

Boas leituras!

 

Teresa S.

Livro " Para a Minha Irmã" de Jodi Picoult

Junho 09, 2017

Capturecapa.PNG

“Sinopse: “Os Fitzgerald são uma família como tantas outras e têm dois filhos, Jesse e Kate. Quando Kate chega aos dois anos de idade é-lhe diagnosticada uma leucemia grave. Os pais resolvem então ter outro bebé, Anna, geneticamente selecionada para ser uma dadora perfeitamente compatível para a irmã. Desde o nascimento até à adolescência, Anna tem de sofrer inúmeros tratamentos médicos, invasivos e perigosos, para fornecer sangue, medula óssea e outros tecidos para salvar a vida da irmã mais velha. Toda a família sofre com a doença de Kate. Agora, ela precisa de um rim e Anna resolve instaurar um processo legal para requerer a emancipação médica – ela quer ter direito a tomar decisões sobre o seu próprio corpo. Sara, a mãe, é advogada e resolve representar a filha mais velha neste julgamento.“

 

Em “Para a Minha Irmã” questões complexas são levantadas: Anna tem obrigação de arriscar a própria vida para salvar a irmã?

 

Um livro muito emotivo, que aborda questões éticas e morais e que nos desperta um antagonismo de sentimentos, devido ao constante conflito de interesses.

 

É uma história envolvente, que não deixa ninguém indiferente, são as próprias personagens, na primeira pessoa, a apresentarem as suas opiniões e a contar episódios que as levaram a agir de determinada maneira.

 

Esta história tem um final surpreendente que vai ao desencontro do que nos leva a pensar ao longo de toda a narrativa.

 

Boas leituras!

Teresa S.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Em destaque no SAPO Blogs
pub